Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Entrada / Sacramentos / Casamento

Casamento

O SACRAMENTO DO MATRIMÓNIO

Ensina o Catecismo da Igreja Católica (nn. 1601ss):

«O pacto matrimonial, pelo qual o homem e a mulher constituem entre si a comunhão íntima de toda a vida, ordenado por sua índole natural ao bem dos cônjuges e à procriação e educação da prole, entre os baptizados foi elevado por Cristo Senhor à dignidade de sacramento» (CIC can. 1055. § 1) .

«A íntima comunidade da vida e do amor conjugal foi fundada pelo Criador e dotada de leis próprias [...]. O próprio Deus é o autor do matrimónio» (II Concílio do Vaticano, Const. past. Gaudium et spes, 48). A vocação para o matrimónio está inscrita na própria natureza do homem e da mulher, tais como saíram das mãos do Criador. O matrimónio não é uma instituição puramente humana, apesar das numerosas variações a que esteve sujeito no decorrer dos séculos, nas diferentes culturas, estruturas sociais e atitudes espirituais. Tais diversidades não devem fazer esquecer os traços comuns e permanentes.

O Apóstolo Paulo diz-nos: «Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e Se entregou por ela, a fim de a santificar» (Ef 5, 25-26): e acrescenta imediatamente: «"Por isso o homem deixará o pai e a mãe para se unir à sua mulher e serão os dois uma só carne". É grande este mistério, digo-o em relação a Cristo e à Igreja» (Ef 5, 31-32).

Toda a vida cristã tem a marca do amor esponsal entre Cristo e a Igreja. Já o Baptismo, entrada no povo de Deus, é um mistério nupcial: é, por assim dizer, o banho de núpcias (Cf. Ef 5, 26-27) que precede o banquete das bodas, a Eucaristia. O Matrimónio cristão, por sua vez, torna-se sinal eficaz, sacramento da aliança de Cristo com a Igreja. E uma vez que significa e comunica a graça desta aliança, o Matrimónio entre baptizados é um verdadeiro sacramento da Nova Aliança (Cf. Concílio de Trento, Sess. 24ª. Doctrina de sacramento Matrimonii: DS 1800; CIC can. 1055, § I).

 

Preparação para o Matrimónio na nossa Unidade Pastoral:

  • Os noivos que desejam celebrar o seu matrimónio devem iniciar o processo religioso na paróquia de residência da noiva. Caso seja uma das paróquias da Unidade Pastoral de Sintra, podem contactar o nosso cartório.
  • Se desejarem que a celebração seja numa das igrejas da Unidade Pastoral, deverão marcar, quanto antes, no cartório a data e hora da celebração.
  • Podem frequentar os encontros do Centro de Preparação para o Matrimónio (CPM) em qualquer paróquia que os realize. Podem consultar as datas e lugares da realização de CPM na Vigararia de Sintra...
  • É recomendável que os noivos preparem o ritual do matrimónio, em diálogo com o sacerdote ou diácono que presidir à celebração. Para isso podem consultar alguns textos relativos ao matrimónio...
  • Será também conveniente que escolham os cânticos.

 

Depois de celebrado o matrimónio...

  • Os casais têm ao seu dispôr grupos e iniciativas de pastoral familiar. Caso estejam interessados em participar, podem contactar um dos sacerdotes.
  • Na nossa Unidade Pastoral temos, por exemplo, as Equipas de Casais de Nossa Senhora.
  • Fora da Unidade Pastoral, há outros movimentos familiares e outras oportunidades de formação, nomeadamente sobre planeamento familiar natural (por exemplo o Movimento de Defesa da Vida, Tel. 217994530; a Fundação Família e Sociedade, Tel: 213138350).

 

No aniversário do Matrimónio...

  • As bodas de prata, de ouro e de diamante podem ser celebradas integradas na Eucaristia paroquial, ou em celebração própria. Deverão ser marcadas no cartório. Podem consultar o texto do ritual das bodas...
  • Noutros aniversários, o casal pode se desejar, marcar no cartório uma intenção pelo seu matrimónio numa das missas paroquiais.
 

Links

Unidade Pastoral de Sintra, Igreja de S. Miguel, Avª Adriano Júlio Coelho (Estefânia), 2710-518 SINTRA

Telf: 219 244 744 EMail: sao.miguel@paroquias-sintra.pt